Audi 100/A6

1990-1997 de lançamento

Reparo e operação do carro



Audi 100/A6
+1. Instrução de manutenção
+2. Manutenção
+3. Motores
+3.2. Motores diesel
+3.3. Remoção e partição de motores
+4. Esfriamento de sistema
+5. Aquecer-se e ventilação
+6. Sistema de combustível
+7. Sistema de escape
+8. Sistemas de partida, ignição
+9. Transmissão
+10. Sistema de freios
+11. Suportes de forma triangular de interrupção, dirigindo
+12. Corpo
+ 13. Equipamento elétrico
- 14. Dicas úteis
   14.1.1. Os números modificados
   14.1.2. Compra do velho carro ou conjunto de dados misterioso e cartas
   14.2. Durabilidade do carro
   14.3. Sobre paralelismo de pontes do carro e trailer
   14.4. Preparação do carro de inverno
   14.5. Não se adquire – dicas úteis
   14.6. Da modificação dos lugares "compostos" nada se modifica?
   14.7. Visita a serviço do carro
   +14.8. Motor
   +14.9. Condicionador
   14:10. Turbocompressor
   -14:11. Coce-se em um – ou como salvar o catalisador
      14.11.1. Como o catalisador trabalha
      14.11.2. O que arruina o catalisador
      14.11.3. Inimigos do catalisador
   +14:12. Acumulador
   14:13. Gerador
   14:14. Probuksovochka
   14:15. "Máquina automática"
   +14:16. Sistema de freios
   +14:17. Rodas e pneumáticos


03f74acd



14.11.1. Como o catalisador trabalha

INFORMAÇÃO GERAL

Na combustão da mistura de trabalho um número de produtos insalubres da pessoa da combustão, especialmente, monóxido de carbono (ASSIM), vário hidrocarboneto (SN) e o óxido do nitrogênio (NÃO) se formam. Embora estas substâncias também façam só 1% do escapamento geral (o resto é um nitrogênio, gás carbônico e vapor de água), são muito perigosos e exigem a neutralização. Há vários caminhos da luta contra escapamentos perigosos – por exemplo, empobrecimento da mistura que o motor ou a recirculação de um escapamento usam – mas algum deles não se comparará pela eficiência com o conversor catalítico.

Como os peritos falam, o conversor catalítico é um dispositivo simples no qual há um processo químico difícil. "No caso do aço inoxidável há "tijolo" cerâmico ou metálico que tem estrutura celular. Neste monólito enorme área de superfície e tudo é coberto da camada mais fina da liga especial – de fato o catalisador que contém platina, rhodium e paládio. Estes metais preciosos são responsáveis por maravilhosas propriedades do catalisador, determinam o seu alto custo".

Os gases de escape "lavam" uma superfície de monólito, e quando a temperatura consegue o valor "crítico" de 270 °C, a reação catalítica começa. O monóxido de carbono transforma-se no bióxido (gás carbônico), o hidrocarboneto transforma-se na água e além do gás carbônico, e o óxido do nitrogênio transforma-se em água e nitrogênio. Tudo isso é menos perigoso para o ambiente.

Os conversores catalíticos são capazes para reduzir bastante efetivamente a toxicidade de um escapamento, ao mesmo tempo não influem no consumo de combustível e capacidade de motor. Na presença do catalisador a pressão de regresso de um escapamento ligeiramente aumenta do que o motor perde 2–3 h.p., mas é, praticamente, todo "o pagamento" por limpar de um escapamento. Contudo, instalação de conversor catalítico – não a decisão ideal. Teoricamente, tem de servir infinitamente como serviço de metais preciosos supracitado só como o catalisador que no momento da reação química, como sabemos, não se passa. Na vida de prática do catalisador tem o limite...