Audi 100/A6

1990-1997 de lançamento

Reparo e operação do carro



Audi 100/A6
+1. Instrução de manutenção
+2. Manutenção
+3. Motores
+3.2. Motores diesel
+3.3. Remoção e partição de motores
+4. Esfriamento de sistema
+ 5. Aquecer-se e ventilação
- 6. Sistema de combustível
   +6.1.2. Características técnicas
   +6.2. Sistema de pontos múltiplos de injeção de combustível
   -6.3. Sistema de injeção de MPI/MPFI (motores de 6 cilindros)
      6.3.2. Características técnicas
      6.3.3. Distinções de sistemas de injeção
      6.3.4. Sensores
      6.3.5. Regulação que perde tempo
      6.3.6. Remoção e instalação de bocais valvate
      6.3.7. Cheque de bocais valvate
      6.3.8. Sensor de oxigênio
   +6.4. Sistema de provisão de poder de motores diesel
   6.5. Aquecimento de dispositivo de serviço
   6.6. Diagnóstica de maus funcionamentos de sistema de aquecimento
   6.7. Condicionador: não só "vantagens", mas também "minuses"
   6.8. Regras de serviço do condicionador
+7. Sistema de escape
+8. Sistemas de partida, ignição
+9. Transmissão
+10. Sistema de freios
+11. Suportes de forma triangular de interrupção, dirigindo
+12. Corpo
+13. Equipamento elétrico
+14. Dicas úteis


03f74acd



6.3.4. Sensores

INFORMAÇÃO GERAL

O sensor da temperatura de esfriar o líquido parafusa-se no oleoduto no qual esfriar líquido de ambos os líderes de cilindros circula. Ao mesmo tempo é sobre o termômetro de resistência (resistência de NTC) no qual a resistência se modifica segundo a temperatura de motor. A informação sobre a temperatura de esfriar o líquido serve do fator de correção de um avanço da ignição e a duração da injeção no motor frio e quente. Outras funções, como gestão de uma detonação e recirculação dos gases cumpridos, juntam-se na temperatura correspondente do motor.

O sensor de um avanço da ignição é indutivo, instala-se no lado abandonado de um caso de motor. O sinal do sensor de um avanço da ignição é necessário no lançamento do motor que em conjunto com um sinal do sensor de Hall para definir VMT no terceiro cilindro do motor no momento da ignição. A ausência de um sinal o motor não se começa.

O sensor de sala está em uma cara de fim traseira da cabeça esquerda de cilindros. O princípio da operação do sensor afirma-se na descrição do sistema distributivo da ignição. O sinal do sensor é necessário no lançamento do motor que em conjunto com um sinal do sensor de um avanço da ignição para definir VMT no terceiro cilindro do motor no momento da ignição. A ausência de um sinal o motor não se começa.

O sensor da frequência da rotação de um cabo de inclinação vai se apertar em uma grinalda de engrenagem de um pêndulo. O seu sinal permite à unidade de controle calcular um avanço da ignição e o momento do começo da injeção. A ausência de um sinal o motor não se começa.

O comutador de perder tempo e o potenciômetro de uma válvula de borboleta localizam-se no caso geral no nó de uma válvula de borboleta. Definem a provisão de uma válvula de borboleta da unidade de controle. Graças a ele, especialmente, o comutador de dvizhkovy como até que o contato do comutador de perder tempo não se inclua e ao mesmo tempo a frequência da rotação de um cabo de inclinação excede certo valor faz-se funcionar, a unidade de controle bloqueia a provisão do combustível ao motor.

Ambos os sensores da combustão de detonação localizam-se do interior de blocos de cilindros na parte superior de cilindros médios um pouco abaixo do que líderes de cilindros. A regulação seletiva de uma detonação fornece a manutenção de um avanço da ignição na borda de uma detonação e automaticamente adapta-se à qualidade do combustível usado. A regulação de uma detonação permite ter até o alto ponto de motor da compressão. Graças a ele a energia do combustível usa-se melhor que ao mesmo tempo conduz para diminuir na sua despesa. O sistema da regulação acende sensores de combustão de detonação e análise correspondente ao engenheiro eletrônico. Devido ao alto ponto da compressão do motor lá pode ocorrer a combustão de detonação que em certa duração causa dano do motor. Isto para evitá-lo, os sensores da combustão de detonação que registram violações da combustão necessita-se e cuidado de modificação de uma ignição que avança no mais posterior. No momento do fracasso do sensor da combustão de detonação a unidade de controle automaticamente reajusta um avanço no mais posterior para que o motor não sofresse o dano. Em primeiro lugar, une-se com a redução do poder que também ocorre quando em vez da gasolina Super sem chumbo (AI 95 ou AI 98) no tanque de combustível preenchem a gasolina sem chumbo ordinária (AI 91).

Ambos os sensores de oxigênio parafusam-se nos tubos de ramo finais correspondentes. Medem em carros com o catalisador ajustável o conteúdo de oxigênio nos gases cumpridos e enviam o sinal correspondente da tensão à unidade de controle. Segundo ele a unidade de controle modifica a composição qualitativa da mistura de ar do combustível embebida para que no catalisador a condição favorável de gases cumprida incendeie.